Canal Tecnologia

Início » Ultimas Noticias » Baterias Inflamáveis em Aviões: O Que Fazer em Caso de Emergência

Baterias Inflamáveis em Aviões: O Que Fazer em Caso de Emergência

Por Gilberto Farias
Publicado Ultima Atualização
Viajar de avião é uma experiência comum para muitos de nós, e frequentemente usamos dispositivos eletrônicos, como smartphones, tablets e laptops, durante os voos.

Viajar de avião é uma experiência comum para muitos de nós, e frequentemente usamos dispositivos eletrônicos com baterias, como smartphones, tablets e laptops, durante os voos. No entanto, você já parou para pensar no que fazer se um desses dispositivos começar a apresentar problemas, como uma bateria inchada ou superaquecimento, em pleno voo?

A Importância de Compreender os Riscos

A utilização de dispositivos eletrônicos pessoais, alimentados por baterias de íons de lítio, tornou-se ubíqua em nossa sociedade moderna. Essas baterias são comuns em smartphones, tablets, câmeras, smartwatches e laptops devido à sua capacidade de armazenamento de energia e eficiência. No entanto, elas não estão isentas de riscos.

De acordo com a Forbes, citando a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos da América (FAA), incidentes envolvendo baterias de dispositivos eletrônicos em aviões ocorrem mais de uma vez por semana. Em 2022, foram relatados 62 casos, enquanto no ano anterior foram registrados 54. Esses incidentes podem variar desde superaquecimento e inchaço da bateria até riscos mais graves, como incêndios e explosões.

A presença de baterias de íons de lítio em dispositivos eletrônicos pessoais aumentou a necessidade de compreender os riscos associados a essas baterias durante o voo. A segurança de todos a bordo é uma prioridade máxima das companhias aéreas e das agências reguladoras de aviação.

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e outras agências reguladoras de aviação estabeleceram diretrizes claras para o transporte de dispositivos eletrônicos pessoais com baterias de íons de lítio em voos comerciais.

Regulamentação e Diretrizes

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e outras agências reguladoras de aviação estabeleceram diretrizes claras para o transporte de dispositivos eletrônicos pessoais com baterias de íons de lítio em voos comerciais. É importante conhecer essas diretrizes, especialmente se você planeja viajar com dispositivos eletrônicos que contenham essas baterias. Aqui estão algumas das diretrizes-chave:

  1. Bagagem de Mão: Dispositivos eletrônicos pessoais com baterias de íons de lítio devem ser transportados na bagagem de mão. No entanto, em casos excepcionais, eles podem ser colocados na bagagem despachada, desde que sejam tomadas medidas para evitar ativações involuntárias.
  2. Limites de Bateria: As baterias não devem exceder 100 Watt-hora (Wh) nem conter mais de 2 gramas de lítio. Esses limites variam de acordo com o tipo de bateria.
  3. Autorização para Baterias Maiores: Se a bateria estiver na faixa de 100 a 160 Wh, é necessária a autorização da companhia aérea para transportá-la. Baterias com mais de 160 Wh não são permitidas no avião.
  4. Powerbanks e Baterias Reservas: Powerbanks e baterias sobressalentes pessoais também podem ser transportados, mas devem seguir os limites de lítio e Wh mencionados acima. Além disso, eles devem ser protegidos individualmente para evitar curtos-circuitos.

É essencial familiarizar-se com essas diretrizes antes de embarcar em um voo, pois o não cumprimento delas pode resultar em problemas e atrasos na segurança do aeroporto.

Identificando Sinais de Perigo

Agora que entendemos as diretrizes regulatórias relacionadas a dispositivos eletrônicos com baterias de íons de lítio, é crucial saber como identificar sinais de perigo. A segurança é a prioridade máxima durante um voo, e qualquer suspeita de problemas com uma bateria deve ser tratada com seriedade.

Aqui estão alguns sinais de alerta:

  1. Inchaço: Se a bateria do seu dispositivo começar a inchar, é um sinal claro de que algo está errado. O inchaço pode indicar um problema interno na bateria.
  2. Aquecimento Excessivo: Se o dispositivo estiver ficando excessivamente quente ao toque, isso também é motivo de preocupação. O superaquecimento pode levar a situações perigosas.
  3. Emissão de Fumaça: Se o seu dispositivo começar a emitir fumaça, é um sinal de perigo iminente. A fumaça pode indicar que a bateria está superaquecendo ou entrando em curto-circuito.

Como Agir em Caso de Emergência

Se você perceber qualquer um desses sinais de perigo em seu dispositivo eletrônico durante um voo, é vital tomar medidas imediatas. Seguir as orientações adequadas pode evitar situações perigosas e garantir a segurança de todos a bordo.

Conforme recomendado pela EASA:

  1. Notificar a Tripulação: Se a bateria do seu dispositivo apresentar problemas, notifique imediatamente os assistentes de bordo. Eles estão treinados para lidar com emergências a bordo e tomarão as medidas apropriadas.
  2. Assistência Profissional: Em casos mais graves, como incêndios ou explosões iminentes, é fundamental chamar alguém com conhecimento sobre extinção de incêndios. Tentar lidar com uma emergência sem treinamento adequado pode resultar em ferimentos ou agravar a situação.
  3. Cooperação: Durante uma situação de emergência, é importante cooperar com a tripulação e seguir suas instruções. A segurança de todos a bordo depende da ação coordenada.

Embora as consequências de incidentes com baterias em aviões possam variar em gravidade, a maioria das situações pode ser resolvida com segurança se os passageiros e a tripulação estiverem cientes dos protocolos adequados. Os assistentes de bordo são treinados para lidar com emergências e tomarão as medidas necessárias para proteger todos a bordo.

Preserve a Segurança dos outros Viajantes

A segurança é uma prioridade absoluta na aviação comercial, e dispositivos eletrônicos com baterias de íons de lítio são parte integrante da nossa vida moderna. Conhecer as regulamentações, identificar sinais de perigo e agir de maneira apropriada em caso de emergência são medidas essenciais para garantir a segurança de todos durante um voo.

Agora que você está ciente das diretrizes e sabe como reagir em caso de problemas com baterias de dispositivos eletrônicos, pode viajar com confiança e tranquilidade, sabendo que está preparado para qualquer eventualidade. Afinal, voar deve ser uma experiência segura e agradável para todos a bordo.

Talvez Te Interesse

Canal de Tecnologia, ultimas noticias Sobre, computadores, tecnologia, smartphones, operadora de celulares, canal solar, esportes, entretenimento, filmes e séries

Canal Tecnologia – Tudo sobre as ultimas tecnologias, smartphones, canal solar, planos e noticias sobre as principais operadoras de celulares, inteligência artificial, computadores e muito entretenimento. Volte Sempre!

Editor Escolhe

Ultimos Artigos

Copyright © 2023 Canal de Tecnologia – Todos os direitos reservados.

Canal Tecnologia
Canal de Tecnologia, Ultimas Noticias Sobre, Computadores, Tecnologia, Smartphones, Operadora de Celulares, Canal Solar, Esportes, Entretenimento, Filmes e Séries